PIX e o controle da Receita Federal: cruzamento de dados via Pix em transações de empresas 

Imagens 00019 - Maia Almeida

Compartilhe nas redes!

O PIX mudou a forma como empresas e pessoas físicas efetuam pagamentos, pois é prático, rápido e acessível. Entretanto, é uma alternativa relativamente nova e ainda gera dúvidas. Afinal, como funciona o PIX e o controle da Receita? 

Sabemos que a Receita Federal no Brasil faz um excelente trabalho de dados ao cruzar as informações dos contribuintes da sua base, mas será que o pix está inserido nesse conjunto de informações relacionadas? 

receita federal

Como funciona o PIX e o controle da Receita? 

De acordo com o Banco Central, o PIX é uma opção de pagamento instantânea e ao contrário do que muitos pensam, ele não está disponível em todos os lugares e em muitos países a opção não existe. Por isso o PIX e o controle da Receita possuem alguns pontos a serem considerados. 

O PIX se tornou uma opção de pagamento popular por vários fatores. Além de ser rápido e gratuito para a maior parte de operações, ele  não tem limite mínimo para realização. 

Entretanto, por segurança existem alguns limites máximos de valor por transação em alguns períodos do dia de acordo com o perfil do cliente, em alguns casos sendo necessário solicitar a alteração ao banco. 

As movimentações financeiras de pessoa física ou empresa são resguardadas pela lei complementar 105/01, também conhecida como lei do Sigilo Bancário. 

Entretanto, as instituições financeiras e de pagamento precisam disponibilizar para a Receita algumas informações dos contribuintes. Os dados sobre movimentações são encaminhados via e-Financeira. 

Por lei, estas instituições precisam informar todas as movimentações de pessoa física acima de dois mil reais e todas as movimentações de pessoas jurídicas acima de seis mil reais. 

As empresas também são obrigadas a informar à Receita os dados de faturamento, tributos, pagamentos e contabilidade. Assim como as pessoas físicas precisam enviar os dados do imposto de renda. 

Além disso, o convênio ICMS 50/2022, trouxe a informação de fiscalização retroativa do PIX desde a sua criação e determina que ele deve estar vinculado à um documento fiscal. 

Cruzando informações enviadas pelas instituições financeiras, dados de imposto de renda e as informações que precisam ser enviadas pelos contribuintes, a Receita Federal pode identificar anomalias e solicitar justificativa sobre certas movimentações em determinado período. 

Assim, podemos concluir que  PIX e o controle da Receita andam lado a lado, e que o fisco possui o acesso aos dados necessários para efetuar o controle e identificar irregularidades, por isso, fique atento e mantenha sua contabilidade em dia! 

Mantenha suas obrigações contábeis em dia 

Se você não mantém o controle do fluxo de caixa e o registro das informações contábeis em dia, saiba que pode ter problemas com a Receita Federal futuramente. 

Com as operações financeiras cada vez mais integradas, dados digitalizados e obrigações regulares de comunicação de informações por parte do contribuinte e instituições financeiras, é muito difícil mascarar irregularidades, seja pessoa física ou empresa. 

Para manter a saúde do seu negócio e evitar multas, atritos com a Receita e desgastes desnecessários, mantenha sempre as suas obrigações referentes à contabilidade sempre em dia. 

Pix e receita federal

Muitos empreendedores, especialmente os pequenos e médios empresários, têm dúvida e não sabem ao certo por onde começar ou quais são as obrigações que precisam ser cumpridas com regularidade. 

Se este é o seu caso, não se desespere. O mais recomendado é que procure uma assessoria especializada para que possa te orientar da melhor forma. Bons profissionais vão analisar o seu empreendimento de forma personalizada e poderão identificar oportunidades de enquadramento tributário que te favoreçam. 

Se você gostou desse texto sobre PIX e o controle da Receita e quer acompanhar mais conteúdo sobre gestão, mundo dos negócios e temas sobre as áreas contábeis, siga nossas redes sociais e acompanhe nossos posts. 

Classifique nosso post [type]

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Porque eu preciso de uma holding

Porque eu preciso de uma holding: Uma holding é uma estrutura específica de várias empresas, mas não uma forma jurídica separadamente.   A estrutura ocorre de

Img 00006 - Maia Almeida

Holding x conflitos familiares 

Holding x conflitos familiares: aqueles que administram uma empresa familiar enfrentam desafios especiais:   A estreita interdependência entre empresa e família significa que disputas familiares, conflitos

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
O Supremo Tribunal Federal encerrou este ano a discussão que…
Cresta Posts Box by CP