Fluxo de caixa como fazer

Imagens 00014 - Maia Almeida
O fluxo de caixa é uma das principais ferramentas para garantir a saúde financeira da empresa. Entenda a seguir informações sobre o fluxo de caixa, como fazer.

Compartilhe nas redes!

O fluxo de caixa é uma das ferramentas mais importantes dentro do setor financeiro de uma empresa, e por isso, fazer o controle diário e atualizar esse fluxo é fundamental para garantir uma boa saúde financeira. Mas, muitas pessoas se perguntam: fluxo de caixa, como fazer?

Para evitar que o seu negócio esteja com a saúde financeira comprometida e entre em uma crise, é preciso colocar algumas estratégias em prática. Se você deseja saber sobre o fluxo de caixa como fazer, qual a importância e os seus benefícios, confira as informações que trouxemos a seguir:

Fluxo de caixa: o que é?

O fluxo de caixa é uma ferramenta que traz a possibilidade de acompanhar as movimentações do setor financeiro da empresa. Assim, podemos dizer que, a partir desse controle, é possível manter a saúde financeira da organização em dia.

Isso porque, o fluxo de caixa funciona como um indicador, onde todas as finanças da organização são analisadas, afinal, são compostos por diversas despesas e receitas, que indicam com precisão todo o panorama financeiro dentro de um período determinado.

Muitos gestores não sabem sobre o fluxo de caixa como fazer para conseguir controlar os passos que a empresa pode dar, e é a partir dessas análises que a empresa consegue decidir entre reorganizar o seu planejamento financeiro ou investir em novos recursos para o crescimento da empresa.

Fluxo de caixa: como fazer passo a passo

Entendendo um pouco mais sobre o que é e a importância que essa ferramenta possui para a tomada de decisões da empresa, confira a seguir o fluxo de caixa como fazer dentro de um passo a passo para te ajudar:

Imagens 00011 - Maia Almeida

Analise o saldo inicial da organização

O primeiro passo do fluxo de caixa como fazer é o mais desafiador, pois caso o financeiro da empresa esteja desorganizado, esse ponto será bem difícil de ser analisado qual o valor que ela possui no caixa.

Feito isso, é importante estimular um tempo para que o fluxo de caixa seja feito, podendo ser todos os meses, a cada três meses ou semestralmente, por exemplo.

Estipular esse prazo faz com que você consiga fazer os lançamentos, fechamento e analisar as demonstrações do caixa dentro desse período que foi estipulado. Com o valor do saldo inicial em mãos e com o período do fluxo definido, é possível passar para as próximas etapas.

Identificar as receitas e as despesas

Outro passo sobre o fluxo de caixa como fazer diz respeito a identificar as receitas e as despesas que a empresa possui, como as receitas dos clientes, os pagamentos dos funcionários, pagamentos de fornecedores, doação, investimentos, despesas com água, luz, aluguel e outros.

Feito isso, com todas essas informações levantadas, é preciso lançá-las no fluxo de caixa, junto com as datas que cada despesa e receita possui como vencimento.

Assim, é possível manter uma organização de quanto e quando os valores vão sair ou entrar, além de fazer os pagamentos dentro do prazo, evitando juros, por exemplo.

Registrar as entradas dentro do período

Todas as novas estradas precisam estar dentro do fluxo de caixa como fazer, seja de um novo cliente, ou de uma dívida que ainda não foi paga. Todas essas quantias precisam ser lançadas dentro do período estipulado anteriormente.

Além disso, é preciso registrar a previsão do recebimento de valores quando forem parcelados, não apenas aqueles que entrarem no caixa, mas também essas previsões.

Isso vai fazer com que você consiga ter uma visão melhor de como será o caixa do próximo mês da empresa, se algum valor irá faltar para cobrir as despesas e muito mais.

Dê baixa nas saídas dentro do período

Assim como é importante registrar todas as entradas dentro do período estipulado, também é essencial dar baixa em todas as saídas dentro de período, para conseguir entender o fluxo de caixa como fazer.

Quando esse detalhe é deixado de lado, a segurança do seu caixa pode estar comprometida, e isso faz com que você acabe contando com um valor que não está mais disponível para a empresa.

Registrar as saídas das despesas que a empresa teve faz com que você não passe por nenhuma situação urgente ou não possa aproveitar uma boa oportunidade de negócio.

Imagens 00013 - Maia Almeida

Separe as despesas e receitas por categoria

Outra maneira de entender o fluxo de caixa como fazer, é separando as receitas e as despesas da empresa por categorias. Assim, ao categorizar as transações, é possível identificar e analisar de forma mais simples os recursos principais que o seu negócio possui, além de tomar decisões melhores baseadas nisso.

Essas categorias podem ser desenvolvidas de acordo com as necessidades que a empresa possui, categorizando cada setor, por exemplo.

Mantenha os lançamentos atualizados

Para que o fluxo de caixa seja realmente eficiente, é preciso que todos os lançamentos estejam sempre atualizados.

Por isso, é importante que esse controle seja feito todos os dias ou toda semana. Assim, você garante que nenhum valor ficou de fora.

Utilize a tecnologia ao seu favor

Para que esse passo a passo do fluxo de caixa como fazer possa realmente dar certo na sua empresa, o ideal é sempre usar a tecnologia ao seu favor. Você pode contar com um sistema ou aplicativo para manter o fluxo de caixa em dia.

Assim, você não precisa contar com caneta e papel para anotar todas as despesas e receitas a mão, e pode usar o computador para te ajudar nesse desafio. Assim, você consegue calcular e analisar o fechamento do mês da melhor forma possível.

Imagens 00014 - Maia Almeida

Por que o fluxo de caixa deve ser feito?

Mesmo que as atividades referentes ao fluxo de caixa sejam monótonas, é essencial que os lançamentos sejam atualizados constantemente para que esse controle realmente seja eficiente.

Assim, você consegue ter uma visão mais ampliada, clara e objetiva de toda receita da sua empresa, entendendo o que pode ser aplicado para melhorar.

Com um projeto mensal ou semestral, você consegue estipular um período para comparar todos os meses, os gastos, as situações de urgência e adversidades que a empresa enfrentou. Com essa média, você se prepara com antecedência para evitar problemas.

Agora que você entendeu sobre o fluxo de caixa como fazer, coloque essas dicas em prática e veja os benefícios para a sua organização!

Classifique nosso post [type]

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Porque eu preciso de uma holding

Porque eu preciso de uma holding: Uma holding é uma estrutura específica de várias empresas, mas não uma forma jurídica separadamente.   A estrutura ocorre de

Img 00006 - Maia Almeida

Holding x conflitos familiares 

Holding x conflitos familiares: aqueles que administram uma empresa familiar enfrentam desafios especiais:   A estreita interdependência entre empresa e família significa que disputas familiares, conflitos

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Existem diversos tipos de estratégias precificação que podem ser utilizadas…
Cresta Posts Box by CP